A intensidade afetou meu ano, ainda bem!

em

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Sempre quando preciso conversar com alguém, a primeira solução que aparece de imediato pra mim, é escrever. E porque não além de escrever, compartilhar histórias e momentos, que podem servir para alguma coisa em alguma situação, para centenas de pessoas? Quem me acompanha nas redes sociais (Facebook e Instagram) sabe o quanto o ano que passou foi FODA. Em todos os sentidos (bons e ruins). E até dos momentos inesperados, aprendi coisas extremamente valiosas! Por isso hoje vai ter textão, desabafos e um compartilhamento de situações e vivência que tenho certeza que se você ainda não passou, um dia irá passar também. HAHAHAH! 

Vamos por etapas né? Por isso vou contar um pouco pra vocês do principais acontecimentos do ano que passou, o que isso refletiu na minha vida na época, e principalmente, o que reflete hoje, depois que a maré acalmou.

MORANDO SOZINHA 

No começo do ano passado, exato um ano atrás, decidi sair de casa. Tinha acabado de completar 18 anos e tudo que eu mais queria na vida era ter minha independência. Mantive essa experiência por um longo período de 9 meses. Aprendi a valorizar quando o sol saía de manhã, pra conseguir secar o uniforme do trabalho para o outro dia. Descobri que a louça não se lava sozinha, e no final de cada refeição, a pia vira uma montanha. Descobri o quanto os móveis acumulam pó. Comecei a entender o quão difícil é organizar as tarefas da casa, com a vida ativa no trabalho e aquele 1% de vida social no final de semana. Aprendi a fazer conta, a diferenciar o preço do pé de alface, a como escolher laranja, e separar as refeições da semana. Passei a valorizar os abraços da minha mãe. A proteção do meu pai. O frango assado com maionese aos Domingos. Sem dúvidas foi a experiência mais profunda que já vivenciei. Senti na pele todos os anseios de uma vida adulta sendo mostrados da forma mais rotineira possível. 

VALEU A PENA?
Sim! Sempre fui muito independente mesmo quando morava com meus pais, mas com certeza cuidar de uma casa sozinha, ter compromissos com as obrigações e compras, foi um aprendizado pro resto da vida. Hoje vejo que se não estivesse vivenciado essa experiência no ano passado, esse ano estaria totalmente apé, pois hoje Matheus e eu moramos juntos e tudo que aprendi morando sozinha foi uma preparação pra esse ano (que eu nem esperava que fosse acontecer!).

NAMORAR AOS 18 ANOS

Nesse período MUITA coisa aconteceu. Em Abril aceitei o pedido de namoro mais lindo da vida. Uma caixa de aliança dentro de uma caixa de bombom, no dia da Páscoa, à caminho da praia onde Matheus e eu havíamos tido nosso primeiro encontro. Nesse dia eu disse SIM para muito mais do que só um pedido de relacionamento. Mas aí entra a pergunta que me fiz, antes de saber o mar de de coisas incríveis e imprevisíveis que estavam pra acontecer: "Vale a pena me envolver com alguém agora? Acabei de fazer 18 anos! Preciso viver!". Principalmente porque tinha acabado de sair de um namoro bem traumático e criei um certo pânico por relações amorosas. Acabou que toda situação, tudo aquilo que o Matheus foi durante os 2 meses que estávamos saindo, e tudo aquilo que eu acreditei que ele poderia ser entre os 10 segundos em que ele perguntou se eu queria namorar com ele até o momento da minha resposta, eu aceitei. Aceitei aquele homem, um desconhecido que tentava sair comigo à mais de 2 anos, que o destino encarregou de colocar novamente na minha vida no exato momento, e que hoje é o cara que mais amo e admiro na vida! 

VALEU A PENA?
MUITO! Eu já o conhecia à alguns anos, e o nosso primeiro contato foi em um show na minha cidade. Depois disso conversamos algumas vezes, e nunca mais nos falamos. Quase 2 anos depois, nos reencontramos, conversamos alguns dias e decidimos marcar de ir à praia (nosso primeiro encontro ♥). Sempre gostei de tudo que me desafiasse ao novo, e com ele foi exatamente assim. Ele é o meu tipo em TUDO. É daqueles que você não sabe muito bem o que esperar, entende? Ele me ligava num sábado às 10hrs e pedia pra deixar a mala arrumada porque íamos viajar depois do almoço. Aquilo sempre despertou o melhor em mim, e hoje tenho certeza que fiz a escolha certa! Namorar na auge da minha independência não foi ruim, pelo contrário, foi MUITO bom! Amadurecemos juntos e trilhar um caminho à dois é bem mais divertido do que sozinho. 

TIRAR HABILITAÇÃO PARA CARRO

Preciso declarar que ainda estou eufórica com isso! Comecei a tirar carteira em Agosto de 2015 e só agora em Janeiro consegui finalizar (fiz a prova ontem e passei de primeiraaaaaaa! Toca aqqqqqqqui!). Foi uma das fases mais incríveis da minha vida, era como se eu tivesse concluindo o meu "ciclo" de desenvolvimento de independência. É algo extremamente cansativo, mas MUITO motivador! Dirigir, ter meu próprio carro, é algo que sempre carreguei como desejo dentro de mim por toda adolescência. Quando fiz 18 anos em 2014 me vi cheia de compromissos com meu dinheiro, e acabou que passei metade do ano gastando MUITO com as contas da casa. Em Agosto o Matheus me presenteou com a auto-escola. Foi aí que começou toda a minha correria de sair mais cedo do trabalho, assistir aula teórica, ter que fazer aula prática 1x por semana porque meus horários não batiam, enfim, passei por MUITA correria desde Agosto para conseguir realizar esse sonho!

VALEU A PENA?
Preciso falar mais alguma coisa? SIMMMMMMMMMMMM! Quando passei na prova ontem, não conseguia explicar a felicidade que invadia o meu ser! Passei a manhã pedindo MUITO a Deus que me controlasse, porque sou extremamente ansiosa, e no final deu tudo certo! Receber o papel escrito "APROVADA" e escutar o examinador dizendo que a carteira chega até o final da semana é digno de fritas e chopp! Valeu a pena cada segundo de correria, aflição e ansiedade ♥

MORAR JUNTO COM O NAMORADO

Desde o começo do nosso namoro em Abril de 2015, o Matheus sempre me propôs essa ideia, principalmente pelo fato de que eu vivia apertada no mês por conta das despesas com a casa. Não dava pra pagar faculdade, comprar um carro, ou qualquer extra no fim do mês, porque definitivamente NÃO SOBRAVA! HAHAHA. Mas sabe aquele medo de precipitar o pé antes das pernas e acabar perdendo tudo que tínhamos conquistado? Eu sentia que ainda não estávamos prontos pra uma experiência tão intensa e nova. Mas em Novembro, depois de pensar e analisar muito, decidimos arriscar. Foi aí que começou toda correria, em sigilo, da nossa mudança. Comprar os móveis que faltavam, acertar detalhes da decoração, entregar a casa que eu morava de aluguel. Enfim. Essa tem sido a experiência mais desafiadora da minha vida, mas com MUITO amor!

VALEU A PENA?
Valeu e vem valendo todos os dias. Nós somos bem opostos em MUITAS coisas, principalmente em hábitos. Muita coisa que me incomoda, pra ele não faz diferença e vice-versa. Quando você divide o mesmo teto e convive com a pessoa todos os dias, existem duas possibilidades no relacionamento: dar errado ou dar certo de vez! É nesse momento que você descobre como é EXATAMENTE aquela pessoa que você ama. E por falar em amor, é ele que sustenta tudo. É ele que não faz você desistir no primeiro obstáculo, na primeira briga, na primeira discordância... Como trabalhamos e estudamos, nos vemos somente de noite, pra dormir, e aos finais de semana. Mas tem sido ótimo ter a melhor companhia da minha vida, todos os dias no outro lado da cama!

INICIAR FACULDADE DIFERENTE

Em Dezembro prestei o vestibular pra faculdade particular mais "boa pinta" aqui na minha cidade e passei. Quando escolhi o curso que faria foi uma decisão um tanto complicada. Sempre comentei com vocês que a minha prioridade era algo relacionado a comunicação, porque AMO esse mundo! Pensava em Jornalismo, Publicidade ou Marketing. Mas convenhamos: moro no interior de uma cidade, sou classe média baixa (pobe merrrrmo!), o meu salário é basicamente para pagar consórcio e faculdade, e não posso gastar mais de R$35.000,00 de faculdade em 4 anos pra depois não ganhar, no mínimo, isso por ano né? Por isso decidi que as minhas escolhas estavam erradas, partindo do tipo de vida que eu tinha e do tipo de vida que eu almejo ter. Das opções contrárias, eu sempre fui amiga de Economia e Contábeis. São três cursos que aprendi a gostar MUITO quando fiz o meu técnico de Adm. de Empresas. Acabou que decidi que faria Ciências Contábeis, avaliando exatamente pelo custo-benefício, não pensei muito pra não perder a coragem, prestei o vestibular e me matriculei. 

VALEU A PENA?

Ainda não posso dizer porque as aulas só iniciam na próxima semana, mas estou MUITO empolgada! A grade dos 4 anos de curso é muito convidativa, e me deixou bastante entusiasmada. É claro que na prática é bem diferente, e já estou pronta pra decepcionar em algum momento, mas sei dos meus planos e que tenho um objetivo maior, por isso, MUITO FOCO pra concluir! A minha meta com Contábeis é trabalhar com auditoria e planejamento, e principalmente, que seja em algum concurso público!


É isso! Esses foram os "marcos" do meu 2015. Passei por muitas provações, situações difíceis e até desesperadoras. Mas teve algo que nunca deixou de existir em mim: FÉ E FORÇA DE VONTADE! Por isso falo com a maior convicção do mundo que, se você está num momento assim, relaxa, que Deus nunca te dá um fardo maior do que você pode suportar! E tudo que acontece, tem um real motivo, de porque deve acontecer. Faça a sua parte, não se acomode ao que não te faz bem. Mude sempre que necessário e NUNCA perca a fé em dias melhores! ♥

O próximo post vou contar pra vocês um pouco do que planejei pra esse ano que vai ser O BIXO! HAHAHAHA

Deixem nos comentários o que vocês acharam, se gostam desse tipo de post, se já passaram por situações como essa. Quero muito saber um pouco mais de vocês também! ♥

O que é "Armário-Cápsula" e por que ter um

em

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Tem tempo que quero escrever sobre isso, o principal motivo é porque é algo que vou colocar em prática assim sobrarem alguns minutos disponíveis em casa. Você já ouviu falar no "ARMÁRIO CÁPSULA"? Se não, você precisa conhecer urgente essa onda que além de ajudar nas escolhas, conscientiza o nosso consumo feminino por coisas que por muitas vezes nem se quer usamos.  Quem aí nunca comprou por impulso? Eu sou extremamente exagerada e ansiosa. Se vejo algo que gosto, compro mesmo sem precisar e as vezes não chego nem avaliar o próprio valor daquele produto. Isso acontece com MUITA frequência em nossas vidas. Com sapatos, roupas, acessórios. O resultado desse consumo exacerbado é um guarda-roupa cheio de peças que a gente nunca usou e provavelmente não iremos usar. 

A ideia do armário-cápsula é exatamente ajudar nesse quesito. Ele baseia basicamente em selecionar peças chaves que tenham uma ampla cartela de combinações e tornar aquele guarda-roupa abarrotado de peças que não combinam entre si em algo mais simples e funcional. A meta é fazer com que você conviva com aquele número limitado de peças por algum período, então além de facilitar a sua vida ao escolher a roupa que vai usar em determinada ocasião, também vai te ajudar nas finanças, reduzindo os seus gastos inesperados no mês. Listei algumas dicas e motivos pra gente animar a introduzir essa ideia no nosso dia a dia.

COMO SURGIU O ARMÁRIO-CAPSULA
Na verdade o termo “armário-cápsula” surgiu na década de 1970 com a estilista Susie Faux, pensando em um armário com poucos itens, alguns essenciais que nunca saem de moda e outros atuais. Basicamente, ter poucas roupas, mas que sejam muito legais e que deem liga entre si. Quem trouxe a febre para a net foi a blogueira americana Caroline, do Un-fancy.com, que escolheu 37 peças do armário para viver por alguns meses e ganhou muitas fãs. A ideia de Caroline gira em torno da simplificação da vida começando por um guarda-roupa compacto. Que tal passar uma estação inteira com apenas 30 peças?

“Eu pensei que fosse odiar. Afinal, fazer compras era o meu negócio. Mas aconteceu que, ao ter menos, eu senti que tinha mais”, contou em sua página. O funcionamento é simples, a cada três meses, Caroline reúne 37 peças versáteis que se encaixam perfeitamente ao lifestyle daquela estação. O restante – itens de outras temporadas ou peças que já estavam sendo usadas com pouca frequência – é armazenado em caixas sob a cama e, se não for revisitado mais, será vendido ou doado.

PRINCIPAIS MOTIVOS PARA TER UM
DIMINUI A DIFICULDADE NA HORA DE SE VESTIR
Geralmente perdemos horas antes de sair decidindo qual roupa usar, correto? Eu sou muito indecisa e troco de roupa diversas vezes. Um dos motivos é ter sempre muitas opções, e principalmente, insistir em usar algo que está parado no guarda-roupa mas que não combina mais com meu estilo/corpo. Resultado disso? Horas desperdiçadas quando na verdade sempre usamos a escolha de sempre. 

AUMENTA A SUA CRIATIVIDADE AO MONTAR LOOKS
Como você vai ter opções limitadas, vai ter que inventar MUITAS variações. A mesma camisa branca pode ser usada com uma calça jeans e jaqueta, ou saia e colar ou short e um blazerzinho. Enfim, a ideia é conhecer melhor as peças do seu guarda-roupa e saber usá-las de forma cada vez mais criativa. 

DIMINUI OS SEUS GASTOS INESPERADOS
Ao escolher as suas peças do armário cápsula você se limitará a um prazo de tempo sem efetuar compras. Por exemplo, assim que eu montar o meu, pretendo ficar por no mínimo 3 meses sem comprar roupas, sapatos e acessórios (claro que não incluímos roupas íntimas ou peças elaboradas, por exemplo, se aparecer um casamento ou formatura no meio do processo). Com isso você passa a economizar com aqueles gastos que sempre aconteciam numa ida no shopping ou em algum mês de liquidação. Muitas pessoas adeptas a esse estilo mais simples, juntam durante os meses sem comprar alguma quantia, para renovar algumas peças já gastas quando o prazo se esgotar.


TORNA O SEU CONSUMO CONSCIENTE
"Ai meu Deus, é um vestido por R$50,00 eu preciso comprar, tá tão baratinho!" é comum nos seus dias também? Com essa prática do armário-cápsula você se perguntará sempre antes de comprar se aquela peça, mesmo barata, merece o seu dinheiro. Quantas vezes irá usar, e principalmente, se ela combina com todo o resto do seu guarda-roupa. 

VOCÊ TERÁ UM GUARDA-ROUPA COM MAIS QUALIDADE
As suas peças passarão a ter uma vida mais útil e irão passear por aí com mais frequência. Por exemplo, eu tenho mais de 10 itens no meu guarda-roupa que não foram usados nenhuma vez. Escolhendo as peças certas, o giro de uso será muito maior, a quantidade de lavagens da mesma peça também, e com isso notaremos a necessidade de ter peças com maior qualidade (consequentemente mais caras) e isso é uma vantagem econômica considerável pois muitas vezes quando compramos algo "baratinho" achamos que estamos economizando né? Mas na verdade estamos gastando mais do que se investíssemos um valor mais alto em uma boa peça que usaríamos bem mais vezes e por muito mais tempo.

COMO MONTAR UM ARMÁRIO-CAPSULA
PARTE 1

Separei algumas sugestões do que avaliar antes de dar aquela geral no seu guarsa-roupa  e deixar apenas o que você ama e precisa:
  • Qual a estação atual? A ideia de organizar o armário-cápsula em torno da estação facilita MUITO nas escolhas das peças certas para você passar os próximos meses com todos os itens que precisa. 
  • Qual é o seu estilo de vida? Antes de mais nada avalie os seus looks diários. Vou me usar como exemplo: no momento tenho uniforme de trabalho então vario somente nos sapatos. O meu armário-cápsula hoje giraria em torno apenas de roupas selecionadas para sair e ficar em casa. Porém a partir de Fevereiro começa as minhas aulas na faculdade e vou mudar de trabalho, para um local menos formal, onde poderei escolher meus looks diários, isso significa que a minha necessidade de looks já vai ser bem diferente do que a minha atual. Por isso é importante avaliar afundo as suas necessidades de looks diários. 
  • Qual é o seu estilo pessoal? Você prefere conforto? Peças da moda atual? Boho? Rock? Analise o seu estilo para selecionar as peças que mais combinam com você. 
  • Quais são as suas marcas favoritas? Nossas marcas/grifes favoritas são um bom indicativo do nosso estilo e ajudam a simplificar a construção de um guarda-roupas enxuto e que funcione para a gente.
  • Quais são as suas peças coringa? Eu por exemplo uso muito no dia a dia saias de cintura alta e calças jeans. De camisetinhas, regatas de seda e camisas de botão. Já nos sapatos vou sempre nos mais básicos, pretinho de tiras ou nudezão. Botas é algo que uso com MUITA dificuldade. 
  • Quais são as suas cores favoritas? Boa parte do armário-cápsula concentra-se em peças básicas que facilitam a combinação, mas eu AMO cor e estampa, isso dificultará as minhas escolhas? Não! É só analisar as estampas e cores que mais combinam com o restante das peças que você escolher. 
PARTE 2

Defina um número máximo de peças para criar os seus trajes. Leve em consideração as suas peças coringas e aquelas que vão dar um “wow” na sua produção. Por exemplo, usando a minha calça jeans de cintura alta favorita, eu posso fazer diversas produções com uma camisa de botão branca e colares, com regata de seda e blazer e etc. 
  • Parte de cima – camisetas de malha, blusas, camisas sociais, regatas de seda
  • Parte de baixo – shorts, bermudas, saias, calças, leggings
  • Vestidos – social e casual
  • Sapatos – tênis, sapatilha, bota, sandália (alta e baixa), salto fechado.
  • Casacos – jaquetas e casaquinhos
É importante lembrar que roupas íntimas, de academia, biquínis e acessórios não entram na lista do armário-cápsula, ok?

Limite as suas escolhas entre 35-50 peças entre elas roupas e sapatos. 

Não esqueça de escolher um destino às peças que não permanecerão no seu guarda-roupa durante essa experiência. Se você não for apegada, doe ou faça um bazar entre amigas. Se você não consegue se desfazer das peças que não foram escolhidas, guarde-as em sacos ou caixas e só use-as depois que cumprir o prazo que estabeleceu (por exemplo, 3 meses). Com isso você consegue avaliar a real importância daquela peça: fez falta no seu dia a dia? Não? Então não tem porque mantê-la ali. Desapegue! 

Eu vou colocar em prática esse conceite no próximo final de semana de férias e venho mostrar pra você como era e como ficou o meu novo guarda-roupa!

Aprovou essa ideia? Conta pra gente!

Nails | Como amolar alicate em casa!

em

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Nós que fazemos a unha em casa sabemos o quanto é triste preparar tudo pra pintar as unhas e na hora de cutilar ver que o alicate tá cego né? Até levar pra amolar é custo, além do tempo, o valor que a gente tem que pagar quase sempre. Esse post vai resolver boa parte desses problemas! Você sabia que dá pra afiar o seu alicate em casa, sem muito trabalho e o principal: SEM CUSTO! É claro que essa dica SOMENTE AFIA o corte do alicate. Se estiver amassado ou "mascado" é essencial que você leve pra amolar com um profissional.

Então, se algum dia, você perceber que o alicate não está cortando mais como deveria é só colocar em prática esse truque que ele ficará super afiado e as unhas poderão ser feitas com muito mais amor! Vamos aprender? Anota aí!
VOCÊ VAI PRECISAR DE:
1 Folha de papel alumínio
Alicate

Não tem segredo, não tem mistério, é só fazer isso e você terá um alicate novinho para deixar as unhas incríveis!

Já conhecia essa dica? Estamos amando ♥

DIY | Como passar henna na sobrancelha?

em

domingo, 10 de janeiro de 2016

Hoje o assunto é quase uma utilidade pública, porque desde que aprendi passar henna em casa para preencher as falhas da sobrancelha passei a economizar uma boa grana e a entender um pouquinho mais sobre essas coisas também né? Parece ser mega complicado, mas o processo é bem simples e encontrar a henna também não é nada difícil. O resultado fica natural, principalmente se você usar a cor certa da henna para a cor dos seus pelos. Eu sempre uso o castanho claro que não é tão escuro quanto o castanho e nem tão clarinho quanto o loiro. Esse tom pra mim é o que mais combina com a cor do meu cabelo atual, tom de pele e os fios da sobrancelha.

É importante lembrar que, antes de preencher com a henna, a sua sobrancelha precisa já ter um design e formato quê você goste e combine com você, e para isso sabemos que somente uma profissional né? Eu sempre faço minhas sobrancelhas no Salão pelo menos uma vez no mês para manter o formato que gosto, e depois só mantenho limpando ao redor com a pinça. A henna é uma opção mais durável da sombra de preenchimento, então com um design já feito, é só preencher o formato e ser feliz com a sobrancelha linda! Bora aprender?

MATERIAIS NECESSÁRIOS

- Henna para sobrancelha (no tom do seu pelo) 
- Pincel firme
- Escovinha de sobrancelha e tesoura
- Recipiente para misutrar
- Fixador de Henna

*A henna é encontrada em todas as lojas de cosméticos, online ou na sua cidade mesmo. O ideal é comprar sempre no tom dos seus fios naturais ou cor que você colore os cabelos. O kit geralmente acompanha a coloração em pó (que é a henna em si) e um fixador. Esse kit custou R$25,00

COMO PASSAR A HENNA
1. Antes de começar, remova com uma pinça o excesso de pelos ao redor da sobrancelha mantendo o seu formato. Depois com a ajuda da escovinha, penteie os fios para cima e corte as pontinhas que "passarem" acertando assim a forma como eles acomodam no formato. 
2. Coloque em um recipiente o pó da henna, sempre uso essa medida para preencher as duas sobrancelhas, como se fossem duas "ervilhas".
3. Vá adicionando gotinhas de água até que vire uma mistura homogênea. Sempre deixo mais líquido como na imagem, para facilitar a aplicação.´
4. Agora é só aplicar com a ajuda de um pincel bem firme e fino, respeitando o formato da sua sobrancelha. A henna é somente para preencher e não criar novos espaços, ok?

1. Remova os excessos da henna com um cotonete úmido e acerte o formato para que o resultado final fique mais perfeito!
2. Agora é só esperar por alguns minutos (10 minutos geralmente é suficiente).
3. Quando a henna estiver bem durinha, molhe um pouco de algodão e vá removendo a "casquinha" com cuidado.
4. Agora é só finalizar penteando os pelinhos!

RESULTADO FINAL!

Eu amo minha sobrancelha com henna e quase toda semana passo em casa. A duração depende da forma que você cuida, por isso evite lavar com sabonete ou demaquilante a região das sobrancelhas, esfregar toalha ou as mãos também ajudam a sair com facilidade. Como falei, é somente para substituir o uso da sombra para preenchimento das falhas, a gente fica livre de que passar todos os dias.

Você já passou henna na sua sobrancelha em casa?
Conta pra gente como foi :D 

Vida Saudável | Mousse de Chocolate Fit

em

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Vou voltar pra dieta! Essa é uma das novas metas para 2016, que inclusive quero fazer um post (ou vídeo, qual vocês acham melhor?) pra contar tudo que planejei pra esse ano (inclusive coisas que já começaram a acontecer!). Sempre quando decido modificar e qualificar a minha alimentação, volto a ter uma sede insana em pesquisar novas receitas saudáveis e gostosas. Como passei boa parte do ano passado "à-Deus-dará" perdi quase toda minha enciclopédia de receitas FIT, mas tem uma que eu sou APAIXONADA e  lembrei esses dias que nunca compartilhei essa dádiva da natureza com vocês.

Quem faz dieta sabe o quanto 10kcal podem fazer MUITA diferença no final de um dia, e quando os resultados aparecem, você passa a amar o fato de se alimentar bem e com alimentos de qualidade. Assim como a maioria das pessoas, eu AMO chocolate, brigadeiro, mousse e tudo que seja extremamente cremoso, docinho e calórico. É bom demais né? Mas não seria melhor ainda se a gente conseguisse manter esse sabor em algo que o nosso corpo consiga aproveitar muito mais em relação a vitaminas e nutrientes? 

Foi aí que eu vicie na MOUSSE DE CHOCOLATE FEITA COM ABACATE! É isso mesmo que você leu. O abacate é o leite-condensado dessa receita que eu tenho certeza que você vai viciar também. Porém, pesquisando variações na internet descobri que a partir da combinação basicona pra fazer a mousse, a gente consegue inventar vários outros saborzinhos que deixam essa mousse ainda mais gostosa para todos os gostos. Vem comigo!


INGREDIENTES NECESSÁRIOS
-  Poupa de 1 abacate bem maduro
- 2 à 3 Colheres de Sopade Cacau Puro
- 1 Colher de Café de Essência de Baunilha
- Adoçante, açúcar fit ou mel à gosto
- Barra de chocolate amargo ou meio amargo à gosto (eu sempre coloco alguns pedacinhos na receita e por cima)

COMO FAZER
Esse é o preparo básico da receita.
Basta adicionar TODOS os ingredientes no liquidificador EXCETO o chocolate em barra caso você for adicionar pois ele precisa ser derretido em banho-maria antes. Quando a mistura tiver homogênea desligue ou acrescente o chocolate derretido a mistura! Aconselho deixar na geladeira por 12 HORAS pois assim fica somente o gostinho do cacau e o abacate some completamente!

O que as pessoas mais perguntam quando indico essa receita pra substituir a mousse convencional CHEIAAAAAAA de calorias ruins, glúten e açúcar, é se o gosto do abacate fica muito evidente na mousse e a resposta é: NÃO! O gosto de abacate é ZERO. Não dá pra saber que foi feito disso, e uma das provas que fiz é dando a mousse para os meus pais e Matheus provarem antes de falar do que era feito. 

Minha mãe falou: "o que você fez pra ficar tão levinha e menos enjoativa?" E eu respondi "é abacate mãe!" HAHAHAHA. 

Como brasileiro inventa moda, achei na internet umas opções mais inusitadas pra incrementar nossa mousse de chocolate fit! 

MOUSSE DE CHOCOLATE COM LARANJA

Para os chocólatras de plantão, quem aí não ama a trufa de laranja da Cacau Show? E pra quem nunca comeu, eu aconselho no dia do lixo a provar IMEDIATAMENTE. Por mais estranha que pareça essa combinação de algo extremamente cítrico com chocolate docinho eu digo e repito: É PERFEITO! E porque não trazermos essa graça à nossa mousse fit? 

INGREDIENTES NECESSÁRIOS
-  Poupa de 1 abacate bem maduro
- 2 à 3 Colheres de Sopade Cacau Puro
- 1 Colher de Café de Essência de Baunilha
- Adoçante, açúcar fit ou mel à gosto
- Suco de 1 laranja (ou meia laranja e um pouco de licor de laranja ♥)
- 2 Colheres de Café de raspas de Laranja

COMO FAZER
É feito da mesma forma, basta adicionar TODOS os ingredientes no liquidificador e bater até ficar homogêneo. Deixe na geladeira por 12 horas e sirva com raspinhas de laranja por cima! FICA DELICIOSO ♥

MOUSSE DE CHOCOLATE COM CASTANHA E FIGO

Essa é outra opção que eu também adoro, porque AMO castanhas do pará e acho que combina super bem com o figo em caldas. É uma variação com um paladar mais específico mas que também fica muito bom!

INGREDIENTES NECESSÁRIOS
-  Poupa de 1 abacate bem maduro
- 2 à 3 Colheres de Sopade Cacau Puro
- 1 Colher de Café de Essência de Baunilha
- 100g de castanha do pará trituradas
- 200g de chocolate meio amargo derretido em banho maria

COMO FAZER
Você vai colocar no liquidificador todos os ingredientes exceto o chocolate em barra, que precisa ser derretido em banho-maria primeiro. Depois que a mistura estiver homogênea, acrescente o chocolate derretido e bata mais um pouco. Deixe a mistura na geladeira por no mínimo 8 horas (pois é assim que o gosto do abacate desaparece) e sirva com castanhas trituradas e pedaços de figo em calda! É muuuuuuuuuito bom!

Além dessas opções existem outras, como acrescentar essência de café ou rum. E até mesmo servir com outras frutas, morango, uvas, banana picadinha. Use a criatividade e torne a sua sobremesa mais gostosa e saudável ainda!
PARA MAIS RECEITAS SAUDÁVEIS ACESSE ESSE LINK.

Gostou dessa receita?
Conta pra gente como ficou a sua mousse! =P
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...