A busca pelo loiro perfeito...

em

domingo, 3 de agosto de 2014

Está pra fazer dois meses desde que decidi entrar de vez no mundo das loiras - e que mundo caro heim? - e tenho pesquisado MUITO sobre o assunto, e adquirindo bastante conhecimento, pra tentar fazer o máximo de coisas possíveis em casa e poupar o dinheiro para o que é realmente necessário, tipo o retoque das luzes né? Mas um bom exemplo que tem dado certo comigo são as reconstruções com produtos super baratinhos que deixam o cabelo que tem química mega reconstruído e pronto pra outra. 

Pra poder contar todos esses segredinhos com mais detalhes, decidi começar a escrever sobre a minha "saga" de ser loira, então nada melhor do que começar contando como acabei chegando aqui. Já tive muitas fases cabelísiticas, e uma das últimas aventuras foi tirar o preto azulado do cabelo com Deckap Color em casa e depois descolorir (tem TODOS os passos e dicas nesse post) o que resultou num ruivo bem legal.

O meu loiro dos sonhos é com fundo acinzentado, não sou tãaao fã de platinado, prefiro um tom mais fechado e "menos" branco sabe? Enfim, vocês vão ver quando eu conseguir chegar, e está breve, falta pouco. Mas o que eu mais adquiri com essa experiência, além de muito conhecimento sobre colometria (podem me perguntar tudo, eu SEI!) e produtos clareadores, foi a ter paciência. Sim, a bendita paciência. Porque quando o cabelo não fica como a gente quer, a vontade é de reverter todo o processo, trabalho e dinheiro, tacando um tonalizante escuro pra tampar a caca. Mas tô me mantendo firme na luta, e aguentando o máximo para ir clareando os fios sem deixá-los tão fragilizados. Enfim, muita coisa pra contar, e por isso vou fragmentar as dicas e o que eu tenho feito em vários posts durante a semana.

PRIMEIRA ETAPA
DEKAP COLOR COM DESCOLORANTE - Foi um dos tons do meu cabelo que eu mais gostei... O Dekap Color já tem a tendência de deixar o cabelo acobreado depois de usá-lo e assim que fiz a última aplicação para tirar a tinta preta, decidi descolorir o cabelo bem rápido, pra abrir no máximo 2 tons. E acabou resultando num ruivo bem natural!

TONALIZANTE CASTANHO 4.0 - Depois de alguns meses, estava ficando incomodada com o ruivo, a raiz natural crescendo e várias partes do cabelo ainda tinham vestígios da tinta preta - e foram essas benditas partes que estão me dando um puta trabalho até hoje - e acabei passando um tonalizante castanho para igualar os fios. Fiquei com cara de 'Carol de sempre'.

SEGUNDA ETAPA
2 SESSÕES DE LUZES - Depois que o tonalizante começou a desbotar, decidi que estava na hora de clarear o cabelo. Fui em dois salões diferentes, e em um mês já tinha descolorido várias vezes. Por conta da bendita tinta preta e do fundo laranja que o cabelo ficou depois do Deckap Color, da comprimento da orelha para baixo ficou MEGA laranja, que só foi amenizado na segunda sessão de luzes. Da orelha pra cima, onde os fios eram virgens, abriu para um tom LINDO que é quase o que eu quero, mas tinha que acontecer alguma merda pra ter história pra contar e grana pra gastar né? Resultado: metade do cabelo ficou loiro claro e a outra ficou loiro acobreado. Coisa linda de ser ver, só que não.

LUZES COM OMBRÉ HAIR - Menos de uma semana depois de fazer a segunda sessão de luzes eu tive a brilhante ideia (foi brilhante mesmo, sem ironia!) de fazer tipo um Ombré Hair no cabelo, passando o pó descolorante somente na parte manchada de laranja, no caso da orelha pra baixo, pra tentar aproximar o tom mais claro com o tom cobre. Só que eu praticamente joguei fora quase 70 reais de produto (comprei pó descolorante e OX profissionais da Lorea'l) pois pelo cabelo já ter sido descolorido recentemente, assim que passei a mistura na parte da laranja em menos de 10min o cabelo ficou SUPER elástico e eu corri (corri mesmo, parecia que estava tendo um filho) pra tirar. Detonei meu cabelo mais ainda e não tive o resultado que esperava obter, por conta da falta de paciência de esperar, o cabelo não aguentou e eu não pude deixar o produto agir, acabou abrindo apenas 1 tom da parte laranja.

O PROBLEMA...
Reparem a cor LINDA que está da orelha para cima, o meu cabelo virgem abre para um tom de loiro mais prateado, e depois que matizo fica MUITO bonito! Mas agora, pra (fu#$@ a por#@ toda) estragar a beleza do loiro clarinho, a bendita parte laranja insiste em ficar impregnada. A solução vai ser refazer a sessão de ombré hair que não deu certo da última vez, por conta da fragilidade que havia nos fios. Mas acho que dessa vez consigo igualar as cores ou no mínimo deixá-las mais parecidas (a parte loira clarinha e o resto laranja água de salsicha).

Enfim, com esse post vocês podem ter a certeza de duas coisas na vida:
NÃO PITEM O CABELO DE PRETO AZULADO, NUNCAAAAA! E SER LOIRA OU APENAS QUERER SER DÁ MUUUUUITO TRABALHO E CUSTA CARO PRA CASSETE! Mas quem tem fé, nunca desiste né? Vou com tudo! Hahahahaha.

A partir dessa semana, vou tentar atualizar pelo menos uma vez por semana um post sobre o que eu tenho feito, cuidados, procedimentos químicos, dicas, segredinhos e truques, especiais pra loiras ou cabelos danificados quimicamente. Vai ter muita coisa legal, fiquem ligadas! :D

Se você quiser contar a sua experiência cabelística, indicar algum produto ou dica, é só deixar nos comentários junto com o seu nome e e-mail, pois a principal ideia é trocar informações! 

Veja também:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...