Textinhos | Talvez ele já tenha um amor

em

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Não, você não é péssima. Você tem lá um geniozinho complicado, mas você é uma mulher incrível. Acredite mesmo nisso. Essa agonia ai dentro dá para entender, ele não está tão a fim de você.
É difícil acreditar e não deixar lágrimas rolarem, mas você já chegou a pensar que talvez ele já tenha um amor? É, um amor. Aquele alguém em que ele pensa e o coração pulsa. Aquele alguém que o faz se sentir vivo, com certezas concretas e dúvidas insanas. Alguém que ele queria ao lado, mas que em algum momento da vida partiu e levou consigo uma parte do coração dele. Aquele alguém que ainda faz com que as pernas dele fiquem bambas e os olhos cheio de lágrimas. Alguém que incomoda e acalma. O céu e o inferno.
Egoístas demais para pensar no outro se a dor está aqui dentro, não é mesmo? Não se culpe por isso. Eu sei que dói e vai doer muito mais, mas não se preocupe, o problema não é você ou o seu gênio forte. O problema é o outro. Você já amou, já enterrou lembranças, viveu o luto e hoje sorri à procura de outro amor, sem dor. Ele não pode te ajudar, sinto lhe informar.
Ele não pode e não vai. O tempo dele é diferente do seu. O amor dele não é seu. Talvez um dia vá ser, mas deixa que o destino cuida dessas coisas. Se preocupe em não se preocupar. Talvez o melhor a fazer é desligar. Girar o botão e apertar o foda-se, por você e por ele. Ninguém precisa viver o amor de outro alguém. Antigos relacionamentos são como apostilas velhas, basta você reler para ver que a sua época de ensino acabou. Próxima etapa, novos desafios.
Deixe ele se curar, viver aquilo que tiver que viver. Não se culpe pelos seus defeitos, olhe para suas qualidades e coração. Você acha que merece mesmo alguém que não vai conseguir te dar amor? Não. Te garanto que não.
Você aprendeu sobre migalhas, também já viveu um pão inteiro. O segredo é um inteiro. Dois inteiros se tornam infinitos. Preocupe-se com o inteiro, com o completo, com o satisfeito, com um amor para chamar de seu, só seu. Amor que vem com resquícios do passado, não é amor.
O primeiro passo para amar de novo é estar curado das velhas histórias e lembranças. Se o amor dele não será inteiro por você, o seu amor não deverá ser inteiro por ele. Uma troca justa, afinal, coração cheio não merece coração quebradiço, frágil como vidro.
Texto escrito por Juliana Manzato.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...