Hair | Como sai do preto para o platinado

em

terça-feira, 3 de março de 2015

Antes de mais nada, prometo que, em breve tudo vai se normalizar e aquela frequência de antes vai voltar a ser mesma, tá? Agora o post de hoje é um dos mais pedidos, e que provavelmente muita gente está passando, já passou ou vai passar por uma situação igual ou parecida. Eu tô numa transição de cor desde Fevereiro de 2014, do preto azulado ao loiro platinado, e agora, exatamente 1 ano depois com quase 20cm de cabelo a menos, eu cheguei no tom dos meus sonhos, e tô feliz demais!

Pra quem tá chegando agora e não sabe dessa história toda de desespero, falência financeira e medo de ficar careca, decidi que seria muito útil contar um pouco dessas etapas que foram bem marcadas na minha vida. Embora não pareça, mas quem é mulher sabe que, o cabelo está totalmente ligado à nossa auto-estima, e quando você gosta da "moldura" que seu rosto carrega, as coisas ficam mais leves e descomplicadas né? Que mulher não ama sair de um salão com o cabelo exatamente do jeito que lhe agrada? É BOM DEMAIS! Então aperta o play e vem comigo conhecer essa história...

1. A primeira coisa que fiz antes de sair do preto azulado foi parar de pintar. Fiquei um ano retocando de mês em mês e me arrependendo em cada uma delas, porque sabia da dificuldade que seria pra sair dessa tinta. Aí decidi que não retocaria mais e comecei e ficar com um raiz enorme por uns 3 meses. 
2. Em seguida fiz o processo de decapagem com o DekapColor que tira as camadas de tinta do cabelo. Ao fazer o meu cabelo acabou ficando acobreado, e pra melhorar um pouco as manjas da tinta preta que continuaram encardidas - reparem na foto algumas partes mais escuras - eu decidi passar uma mão de pó descolorante mais fraquinho pra deixar mais "limpo" da tinta e acabou ficando nesse tom de ruivo natural. 
3. Fiquei com esse ruivo diferente por mais ou menos 6 meses, e depois decidi tonalizar com castanho natural para criar uma base pra começar a fazer luzes, que era o meu maior objetivo.

4. Aí decidi começar com as luzes, e a primeira sessão que fiz foi um desastre! Na raiz até a orelha a cor ficou clarinha, meio amarelada, mas que daria pra ser corrigida com matizador. Da orelha pra baixo ficou SUPER laranja. HORRÍVEL! Foi um dos momentos mais triste do meu cabelo, vivia com ele preso e com coque.
5. Até que fiz mais uma seção de luzes e o resultado foi um pouco melhor. A diferença não ficou tãaao gritante entre as partes do cabelo sabe? Mas passei por dias vivendo de matizações com KERATON GRAFITE que era o ÚNICO produto que tirava aquele amarelo alaranjado do meu cabelo.
6. Conforme foi passando, fiquei de saco cheio daquelas manchas no cabelo, e de parecer ser morena nas fotos e decidi fazer tipo um "ombré hair" em casa mesmo. Comprei produtos mais carinhos e descolori da orelha pra baixo usando a técnica do ombré. Resultado? Cabelo amarelo por bastante tempo! Além de que estraguei totalmente a estrutura dos meus fios e tive que começar a fazer tratamento caseiro para tirar a elasticidade causada pelo número excessivo de descolorações em curto tempo. Sofrêeeeeencia!


7. Quando ainda estava com o cabelo AMARELAÇO e TODO quebrado, recebi a indicação de um salão especializado em loiras aqui da minha cidade. Acabei descobrindo que a cabeleireira era uma amiga de muitos anos, e que tinha perdido contato com o tempo. Quando fui ao Salão descobrimos que a única forma de unificar o tom do loiro e deixar o cabelo com menos aparência de destruído seria fazer luzes em 90% dos fios e cortar cerca de 14cm (que na verdade não davam 10g porque só tinha ponta quebrada). E foi aí que dei início ao platinado: procurando uma boa profissional e ficando ferrada com o cartão de crédito no fim do mês.
8. O tempo foi passando, o cabelo cresceu MUITO rápido e muito mais saudável, mas decidi colocar essa foto por um motivo: loiro claro sem matização frequente fica AMARELO! Nessa foto eu tinha viajado pro carnaval e fiquei 5 dias sem matizar e olha o resultado, o loiro acinzentado clarinho foi ficando extremamente amarelo oxidado. Por isso, pra ser loira já aviso, tem que ter cuidado, paciência e grana. Tá foda prazamiga.
9. E agora sou eu atualmente! Depois de 2 meses e meio que cortei, clareei e reestruturei o cabelo, voltei ao salão para retocar a raiz, cortar e clarear mais ainda o meu tom de loiro, ficando absurdamente PLATINADA! O tom que eu gosto é acinzentado, como na foto, o loiro branco não é muito do meu agrado, acho que ele com fundo cinza combina mais comigo! Tô me amando gente! Ser curta e platinada tem sido bom demais, tô pensando seriamente em manter ele curtinho assim por um bom tempo, o que cês acham? ♥

Gostou dessas dicas? Já passou por uma situ assim? Conta pra gente a sua história cabelística também! ♥

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...